Rocinha e São Conrado – O Abandono no Rio de Janeiro

Tudo bem, reduzir despesas é fundamental na situação em que se encontra o poder executivo em todos os níveis.  Mas há, também, que dinamizar a economia – e não apenas ou nem principalmente através das taxas de juros.  Boas políticas públicas não dependem necessariamente de investimentos diretos.  Em todo caso, enquanto se espera pelo fim da crise, que tal produzir projetos de boa qualidade, que não saiam de negociações espúrias com empreiteiras que desprezam a engenharia e querem mesmo é colocar mais concreto e faturar por mais metros cúbicos de escavação?

Continuar lendo Rocinha e São Conrado – O Abandono no Rio de Janeiro

Agricultura urbana, hidroponia vertical e segurança alimentar

A agricultura urbana vem se expandindo nos países mais desenvolvidos, onde existe uma boa percepção da segurança alimentar e, também, dos custos de transporte de alimentos até os pontos de abastecimento de grandes cidades.

No torpor mental em que o Brasil se encontra, seria interessante que o poder público – em todos os níveis – incluindo prefeitos – e a iniciativa privada pensassem mais nessa alternativa.  Afinal, o país é um grande exportador de alimentos mas deles carece o consumo humano a preços menos sujeitos às oscilações do clima e do consumo de combustíveis.

Continuar lendo Agricultura urbana, hidroponia vertical e segurança alimentar

Carta aberta aos prefeitos eleitos – Concessões dos serviços de água e esgoto

Nos primeiros meses do ano, Meirelles e o BNDES surgiram com a ideia de “privatização” da Companhia Estadual de Águas e Esgoto do Rio de Janeiro – CEDAE e de outras.  Depois de dias no noticiário e manifestações de interesse das duas concessionárias privadas mais atuantes no Brasil, aquietaram-se.   Meirelles, o Contador, não sabe o que é um monopólio natural, ainda que as intenções possam ter sido boas em função do péssimo desempenho gerencial e econômico-financeiro da empresa.

Aos fatos!

Continuar lendo Carta aberta aos prefeitos eleitos – Concessões dos serviços de água e esgoto

Reuso de água na agricultura – Quando municípios pobres têm mais iniciativa do que os governo federal e estaduais

(os trechos sublinhados levam aos links)

Algum nível de equilíbrio nas contas do poder público é imprescindível, mas está longe de ser suficiente para recuperar a economia brasileira.  Da forma que estão sendo colocadas, as propostas mais parecem iniciativas de contadores, que buscam um encontro da “coluna da direita” com a “coluna da esquerda”, sem nenhuma iniciativa que cause impactos sobre a economia real, aquela que efetivamente move a produção, a geração de renda e a própria geração de receitas públicas.

São imensas as possibilidades e necessidades de dinamização da economia real, mas o Executivo – federal e na maioria dos estados, senão em sua totalidade – parece limitar-se às autoridades financeiras.

Continuar lendo Reuso de água na agricultura – Quando municípios pobres têm mais iniciativa do que os governo federal e estaduais

Aumentando a eficiência do setor elétrico brasileiro, enfim…. e ainda lentamente

Com o atraso que é peculiar ao setor público brasileiro, a ANEEL aprovou Resolução que permitirá a todos os consumidores – mesmo os residenciais – a deslocarem o seu consumo para fora dos horários de pico, quando a eletricidade é mais cara.

Continuar lendo Aumentando a eficiência do setor elétrico brasileiro, enfim…. e ainda lentamente