Crise Alimentar e Meio Ambiente – Existem ONGs Sérias

Como as franchises locais das ONGs gringas que tentam falar em nome dos “ambientalistas” brasileiros tomam o máximo cuidado para ocultar as suas fontes de financiamento e os processos decisórios que as levaram à atual obsessão por um “código” florestal ultrapassado e sem similar nos países sérios, vale mostrar uma reportagem feita por uma ONG séria, a Oxfam, que cuida de gente real num mundo real, e não de abstrações num mundo de abstrações conceituais, como fazem Greenpeace, WWF e similares no Brasil.

A Oxfam tem denunciado a verdadeira invasão de países africanos por “investidores internacionais” interessados em terras baratas para a produção de alimentos e de produtos madeireiros, com a expulsão dos habitantes dessas regiões.  Essa é uma nova face da crise alimentar mundial.  Num caso específico – o de uma empresa que “atende pelo codinome” de New Forest Company (ou Nova Companhia Florestal), inglesa, imersa em “responsabilidade sócio-ambiental” (o cinismo desenfreado pode ser visto na descrição contida no campo conservação de sua página), um pequeno vídeo feito pela Oxfam durante uma investigação no mundo real – e não nos tapetões do poder – é suficiente para mostrar a verdadeira face desses “novos ambientalistas”.

O documento foi resultado de uma investigação sobre as atividades da tal Nova Companhia Florestal em Uganda e não é preciso muito domínio do inglês para entender o que se passa: as pessoas são expulsas de suas terras pelos governos corruptos locais que as “cedem” para a empresa apoiada por instituições financeiras como o HSBC, que tem 20% de suas ações e 6 assentos em seu conselho de administração.  Toma a terra dos outros “na mão grande”  (nada muito diferente do que é feito quando ocorre a criação de unidades de conservação no Brasil, mas esse é outro assunto).

O mesmo vem acontecendo em muitos países da África.  Uma galeria de fotos organizada pela mesma Oxfam disponibiliza imagens bastante chocantes.

Já é tempo de quem quer realmente trabalhar com meio ambiente e se auto-denominar “ambientalista” com orgulho e objetivos reais deixar de lado a impostura e buscar ONGs sérias como a Oxfam e muitas outras.

 

 

 

Publicado por

Luiz Prado

Quando estudante de Economia, já no segundo ano da faculdade, caiu-me nas mãos o relatório Limites para o Crescimento, encomendado pelo Clube de Roma ao MIT. Para quem não sabe, o Clube de Roma era um encontro anual de dirigenes de grandes corporações para dividir mercados. No período anterior, Agnelli propôs que discutissem, também, fontes de suprimento de matérias-primas. Como não tinham as informações, encomendaram o estudo sobre o tema ao MIT. Limites para o crescimento era algo impensável na teoria econômia! - e os economistas ainda continuam medindo o mundo pelo tal crescimento do PIB! Daí para apaixonar-me por recursos naturais foi um pulo. E passei a vida trabalhando sobre o tema.

4 comentários sobre “Crise Alimentar e Meio Ambiente – Existem ONGs Sérias”

  1. É Luiz…..é bom saber que ainda existe alguns grãos de trigo no meio deste joio todo.

  2. Existem, até mesmo na área ambiental, excelentes ONGs.
    Nos EUA, eu citaria o http://www.edf.org/, hoje com a reputação de ser a ONG mais inteligente na área de meio ambiente, capaz até de conceber a aquisição da Texas Utilities (TXU) por grupos financeiros para transformá-la da mais suja na mais limpa geradora de eletricidade dos EUA. Eles não ficam só pensando manipulando o imaginário e as angústias coletivas, como o Greenpeace e WWF BraZil, franchises, e a dos Klabin e similares. Essas, viraram a escória das ONGs, a vanguarda do atraso. São poderes.
    Abraço,
    Luiz

  3. Saudações Luiz!

    Cheguei a esse post justamente por estar pesquisando sobre ONGs que trabalham em prol do meio ambiente com seriedade, pois já li muito a respeito dos “Greenpeace” da vida e seus reais interesses.

    Você conhece, na área ambiental, alguma ONG brasileira que realiza um trabalho sério e digno de confiança?

    Abraços e um feliz 2012!

  4. Prezado Angelo,
    Em todos os lugares há gente fazendo coisas boas.
    Mesmo entre as grandes ONGs ambientais norte-americanas, há ONGs sérias.
    O Brasil tem uma rede de boas ONGs em muitas áreas – incluindo nas de apoio social.
    E na última década – a partir de um apoio do BID – viu explodir o número de ONGs induzidas de fora para dentro e de alguma forma dependuradas em verbas governamentais, além dessas sustentadas com granas de fora do Brasil.
    De abrangência nacional, na área ambiental, uma ONG que não tenha “um dono”, não conheço (o que não significa que não existam). Fora isso, se procurar na sua região, certamente você vai encontrar alguma.
    Qual a sua área de interesse? – já que “ambiental” é, hoje, uma coisa vaga. Ambiental, hoje, abrange desde mudanças climáticas até eficiência energética; ONGs de produtores rurais (o sistema de associações de produtores e cooperativas de crédito são excelentes; associações de plantio direto (excelentes na área de meio ambiente rural, conservação de solos e águas), e por aí afora.
    É só escolher a área de seu interesse.. e procurar.
    Avise-me se eu puder lhe ajudar.
    Abraço e tenha um excelente 2012, também!

O que você pensa a respeito?