Avança o Uso de Painéis Solares Flutuantes… Que Contribuem para a Redução da Evaporação em Reservatórios de Água

Avança no Japão o uso de painéis fotovoltaicos flutuantes que reduzem a necessidade de uso de terras – agrícolas ou não – e reduz a evaporação de água em reservatórios.

A unidade mostrada no vídeo já se encontra em operação e serviu de base para a tomada de decisão sobre a implantação de uma bastante maior nas proximidades de Tóquio.

Em outros países, unidades desse tipo estão sendo testadas.  Um estudo da Corporação de Águas da República da Coréia demonstrou que as instalações flutuantes são 11% mais eficientes do que suas similares em terra firme devido à redução da temperatura na parte inferior dos painéis.

Estudos da Associação de Serviços de Água da Austrália indicaram um aumento bem mais significativo da capacidade de geração de instalações fotovoltaicas flutuantes – na faixa de 40% superior a de instalações similares em terra – e uma notável redução na evaporação de água até mesmo em pequenos reservatórios utilizados na produção agrícola.

Em tempos de crise energética e hídrica, talvez seja tempo do Brasil abandonar a sua aversão à inovação e considerar essas alternativas nos reservatórios que abastecem os estados mais atingidos pela falta de água.

Já é tempo do Brasil voltar a ter sonhos e anseios nacionais que, além do orgulho, que lhe foram retirados pelo desmascaramento da política demasiadamente podre.

 

Publicado por

Luiz Prado

Quando estudante de Economia, já no segundo ano da faculdade, caiu-me nas mãos o relatório Limites para o Crescimento, encomendado pelo Clube de Roma ao MIT. Para quem não sabe, o Clube de Roma era um encontro anual de dirigenes de grandes corporações para dividir mercados. No período anterior, Agnelli propôs que discutissem, também, fontes de suprimento de matérias-primas. Como não tinham as informações, encomendaram o estudo sobre o tema ao MIT. Limites para o crescimento era algo impensável na teoria econômia! - e os economistas ainda continuam medindo o mundo pelo tal crescimento do PIB! Daí para apaixonar-me por recursos naturais foi um pulo. E passei a vida trabalhando sobre o tema.

2 comentários sobre “Avança o Uso de Painéis Solares Flutuantes… Que Contribuem para a Redução da Evaporação em Reservatórios de Água”

  1. Vi uma reportagem sobre os EUA estarem usando bolas de plástico preto sobre a superfície de lagos para evitar a evaporação. Muito mais inteligente é o uso do painel solar!!

  2. São valores de investimento diferentes, mas evidentemente já é mais do que passada a hora do Brasil fazer algo em relação a redução das taxas de evaporação de seus reservatórios, ao menos os mais importantes para o abastecimento de água. Na “transposição do São Francisco”, por exemplo, considerada a aridez, os níveis de umidade do ar, os longos canais e os muitos reservatórios, as perdas por evaporação devem ser altas, assim como os gastos de eletricidade com os muitos sistemas de bombeamento. Mas quem se preocupa com isso?

O que você pensa a respeito?