Governo brasileiro cultiva o atraso no setor elétrico

O ministério das Minas e Energia nunca gostou muito das energias renováveis e, agora, comete erros graves na sua proposta de Plano Decenal para Expansão de Energia – 2026.  Antiquado, o documento foca em petróleo, gás / gasodutos, hidrelétricas, e faz poucas – e errôneas – referências à energia solar.

De fato, no item 3.5.2.3, onde se analisa o Caso 4 de Expansão sob Incerteza da Demanda, considera-se a redução do investimento para a geração solar fotovoltaica com base numa referência encontrada num relatório de 2016 do Sistema Nacional de Laboratórios de Energias Renováveis dos EUA (NREL, na sigla em inglês), sem qualquer referência ao fato de que no mesmo consta claramente que os valores são aqueles de 2014!

Continuar lendo Governo brasileiro cultiva o atraso no setor elétrico